Stemcorp
Novidades

Células-Tronco Podem Combater Dores Crônicas e Reduzir o uso de opióides

9 de março de 2018

Uma simples injeção de células-tronco pode aliviar a dor nas costas por até três anos e acabar com a epidemia de remédios como os opióides, que agem no sistema nervoso e mataram 33 mil pessoas por overdose nos EUA apenas em 2015.

O tratamento com células-tronco pode finalmente trazer alívio à milhões de pessoas que convivem com a dor lombar crônica. A terapia pode se tornar uma ferramenta crucial no combate à epidemia de opióides que atualmente mata milhares de pessoas nos Estados Unidos.

lombar

A overdose de opióides quadruplicaram desde do ano de 1999 nos EUA, os casos os representaram 33 mil mortes em 2015. Muitas dessas mortes são de pacientes portadores de dor lombar crônica que se tornam viciados em drogas como oxicodona, hidrocodona ou metadona para aliviar a dor. É um problema de saúde publica tão comum que afeta cerca de 28 milhões de pessoas nos EUA. A crise é tão grande que recentemente foi pauta de um documentário da HBO.

As células-tronco vem como possível solução para acabar com a dor lombar sem uso de opioides. As células são injetadas entre as vértebras, cada dose contém cerca de 6 milhões de células. Foi verificado que elas reduzem a inflamação e secretam fatores que ajudam a reconstruir o tecido danificado. Em experimentos em ovelhas, essas células reconstruíram completamente os discos vertebrais danificados.

“Em 100 pacientes, foi observada melhora substancial na função e alívio da dor, efeito que durou dois anos ou mais. Se os resultados se repetirem nos testes maiores que estamos fazendo, podemos esperar que as pessoas se afastem dos opióides”, disse Silviu Itescu da empresa Mesoblast em Melbourne, na Austrália.

As células estão sendo testadas especificamente para tratar a doença degenerativa do disco que representa cerca de 22% dos casos de dor lombar crônica nas costas. Os discos entre nossas vértebras atuam como amortecedores, mas podem secar por desgaste ou envelhecimento. Isso faz com que eles se encolham, reduzindo seu poder de amortecimento e potencialmente pinçando nervos. A lesão no disco também pode desencadear inflamação, o que agrava ainda mais a condição.

Uma injeção das células foi suficiente para ajudar metade daqueles tratados a não sofrer dor nas costas durante dois anos. Alguns participantes já ficaram isentos de dor por três anos.

Últimas
Novidades