Stemcorp
Novidades

Células-tronco: Tratamentos no Esporte

10 de outubro de 2017

Como vocês sabem, o desempenho dos atletas sempre é comprometido pelas constantes lesões físicas que eles sofrem. Estas lesões são frequentes e têm consequências a longo prazo na performance e na carreira do atleta! Então estes atletas estão sempre em busca de um tratamento que, além de ser eficaz, possa diminuir o tempo de afastamento do esporte. Com isso, uma nova área na medicina vem mostrando sucesso em acelerar a recuperação dos atletas: a medicina regenerativa.

esporte

Claro que a medicina regenerativa engloba várias técnicas e áreas. Mas a maior aposta é a utilização de células-tronco, principalmente as mesenquimais! Estas células, como já falamos anteriormente, podem ser aplicadas em uma variedade de terapias, e muitas delas são de interesse dos atletas: regeneração de ligamentos, tendões, lesões ósseas e cartilagem de joelho. Quem não conhece alguém com aquele probleminha no joelho? Por isso atletas de todo mundo, como os lutadores do UFC Luke Rockhold e Minotauro, o tenista Rafael Nadal e os jogadores de futebol Welington e Cristiano Ronaldo já estão antenados na novidade da medicina regenerativa e utilizaram células-tronco para seus tratamentos. Esta novidade está disponível em vários países e é realidade no tratamento de lesões esportivas. Vamos falar um pouco de cada caso? São muitos: as células-tronco podem ser utilizadas para diferentes lesões, em diferentes partes do corpo, por atletas de modalidades totalmente distintas!

Tênis

Um dos casos mais famosos no cenário esportivo é o de Rafael Nadal, que aplicou células tronco duas vezes para duas lesões diferentes. Da primeira ele fez um tratamento para melhorar de uma lesão no joelho. O sucesso foi tão grande que recentemente o tenista realizou outro tratamento com células-tronco para aliviar uma lesão que causava dor nas costas. As dores na região o atrapalharam durante grande parte da temporada. O procedimento é super simples e é realizado para acelerar a recuperação da cartilagem.

Futebol Americano e Basquetebol

Outro atleta famoso que passou por tratamento com células-tronco foi Peyton Manning, um dos melhores jogadores da história da Liga Nacional de Futebol Americano nos EUA (NFL).  Ele realizou um tratamento com células-tronco para a sua lesão no pescoço. O tratamento surtiu tamanho efeito, que mesmo com todos desacreditados, Manning voltou a atuar no futebol americano na mesma temporada 2014-2015.

Astros do basquete jogando na NBA, como Kobe Bryant e Paul Gasol, também já realizaram tratamentos com células-tronco para curar suas lesões no joelho e tendão, respectivamente.

MMA

Imagine no MMA onde as lesões são constantes? Dois atletas se beneficiaram do tratamento com células-tronco. Primeiro o brasileiro Rodrigo Minotauro que foi tratado em janeiro de 2016, em Kansas (EUA), e teve resultados muito positivos! O americano Luke Rockhold torceu o ligamento do joelho esquerdo poucos dias antes de fazer sua primeira e única defesa do cinturão dos pesos-médios do UFC. Para evitar cirurgia optou por realizar tratamento com células-tronco.

Futebol

No futebol, um dos melhores jogadores da atualidade, Cristiano Ronaldo submeteu-se a um tratamento com células-tronco de ultima hora como única opção, para poder atuar no jogo de volta da semifinal da Liga dos Campeões, no ano passado. Foi um sucesso!!

Esportes Radicais

esporte2

 

Finalmente o caso mais extremo! A brasileira Laís Souza que em abril de 2014, durante os treinos com esqui em Salt Lake City (EUA), sofreu uma queda e se chocou contra uma árvore, acidente que ocasionou uma grave lesão na vértebra (C3), da coluna cervical, e um deslocamento e compressão das demais localizadas abaixo afetando sua medula espinhal. A lesão que a deixou sem movimentos de braços e pernas foi considerada irreversível pelos especialistas, já que o tecido neurológico tem capacidade mínima de auto-regeneração.

A atleta realizou um tratamento experimental com células-tronco no Miami Project to Cure Paralysis, nos Estados Unidos. Como a lesão é grande, a resposta da brasileira é lenta, contudo mostrou-se eficiente. Atualmente, Laís esteve em uma consulta com o médico Barth Green e ouviu dele a informação de que existe a possibilidade de poder voltar a andar novamente, o que não era esperado em seu caso. As células-tronco foram a peça chave para que ela tivesse esperança de voltar a andar!!

Todos estes casos mostram a eficiência do uso de células-tronco! E dão mais motivos para pensarmos no futuro e guardar estas células ainda jovens! A maioria destes tratamentos ainda estão em fase experimental (no Brasil), e por isso não podem ser cobrados. A StemCorp está envolvida em diferentes testes clínicos, incluindo um que visa a regeneração da cartilagem do joelho. O importante agora é armazenar as suas células-tronco mesenquimais para serem utilizadas em caso de uma lesão. Uma vez que no futuro próximo estes procedimentos poderão ser realizados como rotina e suas células-tronco estarão prontas para serem utilizadas! Ter suas células-tronco guardadas ainda jovens pode ser a diferença na hora do tratamento!

Últimas
Novidades